Agentes da PSP de VRSA foram recebidos com violência ao intervirem em caso de agressão sobre mulher

Carro da Polícia

in “Correio da Manhã”

22 Dezembro 2008 – 00h30

Noite agitada: Agressões e ameaças em VRSA e Tavira

Detido por bater em mulher e PSP

A chamada para a polícia era para socorrer uma mulher agredida por um homem, cerca das 05h00, mas à chegada o agressor voltou-se contra os agentes da PSP e agrediu um deles. Resultado: um polícia ligeiramente ferido, uma mulher com pequenos ferimentos e um homem detido.

Os desacatos aconteceram ontem de madrugada, na Urbanização Parque da Glória, em Vila Real de Santo António (VRSA).

Tudo terá começado, segundo apurou o CM, com um desentendimento entre a mulher e o homem, de 34 anos, que estava bastante alcoolizado e queria à força conduzir um automóvel. A mulher quis impedir e foi agredida. A patrulha da PSP foi ao local e acalmou o indivíduo. Chamados uma segunda vez, os agentes foram recebidos com agressividade. “O senhor começou a ser violento e agrediu um dos agentes após vários empurrões”, apurou o CM junto de fonte policial. O polícia não teve de receber assistência médica. Já a mulher teve de ser encaminhada ao Centro de Saúde de VRSA.

A noite, na cidade do Guadiana, viria ainda a ficar marcada por uma sessão de pancadaria, na discoteca Cais ao Rio, entre um segurança e dois clientes. Estes últimos tiveram de receber assistência no Centro de Saúde e um deles transportado, mais tarde, ao Hospital de Faro.

Em noite agitada para a PSP, cerca das 04h00, uma patrulha de Tavira detinha um outro homem, de 48 anos, por injúrias e ameaças, sem razão aparente, aos agentes da autoridade, que faziam patrulha.

Ainda em Tavira, cerca das 06h00, a PSP foi obrigada a efectuar nova detenção, por desobediência à autoridade. Um condutor despistou-se de carro e quando os agentes quiseram fazer o teste de alcoolemia, o indivíduo recusou-se.

Rui Pando Gomes

Anúncios